• Avenida Doutor Mário Sperb, 874 - Morro do Espelho
  • (51) 3592-1584
  • sinodal@sinodal.com.br

Colégio Sinodal é tetra campeão geral da Onase

O Colégio Sinodal, de São Leopoldo, conquistou o tetracampeonato na 53ª edição da Olimpíada Nacional da Rede Sinodal de Educação (Onase). O evento, que reúne os melhores atletas das escolas da Rede, foi sediado pelo Colégio Sinodal em parceria com o Colégio Pastor Dohms, de Porto Alegre, e premia a instituição que se saiu melhor, no somatório final de todas as competições, que este ano envolveram vôlei e basquete, apenas esportes coletivos. Esta é a quarta vez que a escola recebe o título.

O diretor-geral do Colégio Sinodal, Ivan Renner, ressalta que a Onase foi excelente. “No que diz respeito ao desempenho da escola, o resultado diz tudo. Campeão geral mais uma vez! Isso é uma marca grandiosa, resultado de toda a dedicação dos professores e alunos. Coloca o Sinodal em um patamar extraordinário, não só no ensino, mas no esporte também”, comemora.

Foram cerca de 600 alunos de 21 escolas dos Estados do Rio Grande do Sul, Paraná e Santa Catarina. Nesta edição, duas modalidades foram disputadas: Vôlei (São Leopoldo, no Sinodal) e Basquete (Porto Alegre, no Dohms). A competição é a mais antiga olimpíada escolar do Brasil em atividade. As titulações foram divididas entre Série Ouro e Série Prata, sendo a Ouro para as equipes que se classificaram nas primeiras colocações.

O Sinodal conquistou o primeiro lugar nas duas categorias do vôlei masculino, o vice-campeonato nas duas categorias do basquete feminino, vice-campeonato do basquete infanto-juvenil masculino, o terceiro lugar no vôlei infantil feminino e o quarto lugar no basquete infantil masculino.

O diretor-geral celebra o evento. “No que diz respeito à organização, não houve nenhum problema. Nem de arbitragem, premiação, disciplinar. O comportamento dos atletas foi exemplar. Foi um evento para ficar de exemplo e eu agradeço muito aos funcionários que colaboraram para que isso acontecesse”, completa Renner. O vice-diretor da instituição e coordenador do evento em 2017, Gerson Engster, concorda e acrescenta. “Estamos recebendo muitos retornos positivos das delegações que estiveram aqui, tanto da estrutura escolar e do evento, mas das famílias que acomodaram os estudantes. Foi um evento com alto nível técnico no esporte e chegamos ao final dele com muito sucesso. A sensação é de dever cumprido”, complementa.